A Ciclus transforma o que poderia se tornar passivo ambiental em ativos com valor agregado
CTR Rio beneficia cooperativa de ex-catadores com reciclagem


Com o objetivo de melhorar a renda dos ex-catadores dos lixões de Seropédica e Itaguaí, a Ciclus, através do PISCA (Plano de Inclusão Social dos Catadores), está apoiando a reciclagem na CTR Rio. De agosto a novembro forma enviadas para a cooperativa formada por ex-catadores, a COOTRASER, cerca de 9 toneladas de papel, plástico, restos de manta, copos de guaraná etc. que seriam descartados no aterro sanitário.

O material recolhido está sendo armazenado em uma área de estocagem, construída dentro da empresa, e depois levado para a cooperativa. A Ciclus tem o apoio da Secretaria de Meio Ambiente de Seropédica, através da empresa Poly Rio Ambiental, que cede um caminhão e três ajudantes, que auxiliam a levar o material para a cooperativa.

Os cooperados também participam do processo, comparecendo periodicamente à CTR, arrumando e pré-selecionando os materiais.


voltar