A Ciclus transforma o que poderia se tornar passivo ambiental em ativos com valor agregado
Laboratório da Ciclus tem excelência reconhecida pelo Inea


A Ciclus credenciou o seu laboratório junto ao Instituto Estadual do Ambiente (Inea), reafirmando a excelência de seus serviços e capacidade de realização de análises de resíduos industriais Classe II (não perigosos) que chegam à CTR Rio. Todo o processo demorou oito meses e contou com trabalho da equipe do setor de Qualidade (QSMS) da empresa.

Atualmente o laboratório está credenciado pelo orgão ambiental para realização dos ensaios de condutividade, pH (corrosividade), umidade, explosividade e reatividade em água, além da amostragem de resíduos.

"Credenciar o Laboratório de Análises Expeditas da CTR foi um trabalho intenso e longo, que nos exigiu um Controle de Qualidade Eficiente. Estamos satisfeitos com o resultado", afirmou Gleice Carvalho, técnica de laboratório que acompanhou todo o processo.

Inventário de resíduos

Nos meses de março e abril de 2013 foram entregues ao Inea e ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) o Inventário de resíduos da Ciclus referentes ao ano de 2012. Este inventário é anual e obrigatório, e nele a empresa declara todos os resíduos recebidos, gerados, destinados, e também a quantidade de insumos utilizados no empreendimento (materiais utilizados na implantação e na operação).


voltar