A Ciclus transforma o que poderia se tornar passivo ambiental em ativos com valor agregado
Ciclus comemora um ano de operação da CTR

No dia 20 de abril de 2011, a Central de Tratamento de Resíduos CTR Rio iniciou uma nova era no tratamento de resíduos no Rio de Janeiro. Há um ano, os resíduos gerados começaram a ser destinados de maneira ambientalmente correta no aterro bioenergético em Seropédica, com a tecnologia mais avançada da América Latina para tratamento de lixo domiciliar.

Em seu primeiro ano de funcionamento, a CTR já recebeu aproximadamente 1,2 milhão de toneladas de resíduos vindos do Rio de Janeiro (através das Estações de Transferência de Resíduos do Caju, de Jacarepaguá e de Marechal Hermes), além das cidades de Seropédica e Itaguaí. Todos esses resíduos, que antes poderiam ser depositados em lixões a céu aberto, foram adequadamente tratados sem contaminação do subsolo.

Com a operação da Central de Tratamento de Resíduos da Ciclus, as comunidades vizinhas ao empreendimento também foram beneficiadas: hoje estão empregadas 241 pessoas, dentre esses 120 moradores de comunidades próximas. A perspectiva é de que a CTR Rio empregue em um futuro próximo aproximadamente 450 funcionários.




voltar