A Ciclus transforma o que poderia se tornar passivo ambiental em ativos com valor agregado
Novas oportunidades de geração de renda para ex-catadores de Seropédica e Itaguaí


A proximidade com o Natal é sempre uma boa oportunidade para demonstrar gestos de carinho, gratidão e união. A troca de lembrancinhas é uma das formas mais simbólicas de se fazer isso. Mas, por que não tornar esse momento também uma ótima oportunidade para criar um novo nicho de negócios?

Foi pensando nisso que a Ciclus convidou o Ateliê Brasil para desenvolver uma oficina voltada para a produção de presentes natalinos com os ex-catadores de materiais recicláveis de Seropédica e Itaguaí. A iniciativa faz parte do Projeto de geração de renda com negócios inclusivos.

Durante dez dias, os ex-catadores aprenderam na prática a fabricar belas peças de decoração natalina, utilizando materiais recicláveis e resíduos florestais. O design das peças foi criado por Eli Tosta, fundadora do Ateliê Brasil e artista plástica renomada. A proposta da oficina foi desenvolver, a partir de matérias-primas sustentáveis, brindes atraentes, modernos e funcionais que, aliados aos traços e habilidades artesanais dos ex-catadores, tornam-se peças diferenciadas. Trata-se de um processo voltado para promover o empreendedorismo com esse grupo, que começa a desenvolver um trabalho que exige habilidade e criatividade.

"Aqui é muito claro: a matéria-prima é produto reciclável e resíduo florestal, porque esse pessoal tem um conhecimento de recicláveis como ninguém. Eles têm excelência nisso", enfatizou a artista, destacando a capacidade do grupo.

Ao todo, trinta ex-catadores participaram da oficina, na qual foram produzidos 500 presentes de diferentes tipos. O grupo, que adotou o nome de Ateliê do Bem, valoriza o que foi realizado: "Me sinto mais confiante, porque estou aprendendo a fazer uma coisa que, se me aperfeiçoar, poderei vender. Nunca tive uma oportunidade dessa antes!", afirmou Arlene Gomes Mariano, ex-catadora de Seropédica. Além do grande aprendizado, o grupo receberá pelos presentes produzidos.

Na oficina foram produzidos guirlandas de Natal diferenciadas, marcadores de páginas e árvores de Natal. Essas peças já foram integralmente comprados pela Ciclus, para serem entregues aos seus parceiros como presentes de Natal. Todos os participantes fazem parte do PISCA, que encontrou nesta parceria com o Ateliê Brasil, uma nova forma de geração de renda para o grupo. Após a oficina, o Ateliê do Bem, se tornou fornecedor regular do Ateliê Brasil.



voltar