A Ciclus transforma o que poderia se tornar passivo ambiental em ativos com valor agregado
Comitê da Ciclus leva água para 500 casas de Chaperó


Uma parceria da CTR Ciclus com a CEDAE levou água para moradores de diversas ruas de Chaperó. A obra foi realizada atendendo a uma solicitação de Renato Letra, morador do bairro, ao Comitê, para solucionar os longos períodos de falta d'água principalmente durante o verão. Antes da obra, finalizada no dia 19 de setembro, o encanamento seguia pela Rua Dezessete até uma ponte, onde era desviado para o alto de um morro próximo, e de lá a água era distribuída para outras partes da região. Em épocas de maior consumo, como o verão, o acesso à água ficava mais escasso, devido à falta de pressão para que ela ultrapassasse o morro. Assim, uma parte do bairro tinha abundância de água enquanto a outra sofria com sua ausência por longos períodos. Com a obra, o trajeto da água foi reduzido e todos passaram a receber água normalmente.



Renato conheceu o Comitê, que tem como objetivo apoiar projetos de melhoria da localidade e, mediado pelo setor de responsabilidade socioambiental da empresa, entrou em contato com o grupo e apresentou um projeto para resolver o problema de sua rua. "Fui muito bem recebido. Admiro a pontualidade da Ciclus em resolver o problema, de grande importância para a população. Ficamos muitos anos sem acesso à água, que é essencial à vida", destacou Letra. A Ciclus cedeu o maquinário e a verba para os materiais necessários para a realização da obra e a CEDAE forneceu a mão-de-obra técnica.

"Só temos a agradecer à Ciclus, eu e toda a população. É uma empresa privada que traz benfeitoria para a população. Encontramos pessoas sérias, que abraçaram nossa situação", afirmou o Renato Letra.






voltar